Especialidade de Pregador Evangelista Respondida

| |

16 de novembro de 2018

Especialidade de Pregador Evangelista Respondida


Especialidade de Pregador Evangelista, se você não tem, vem conferir e não esquece de compartilhar com seus amigos.

Especialidade de Pregador Evangelista

NOTA — Necessário o acompanhamento de um instrutor (pastor ou ancião).

I. Preparação espiritual.


1. O que é preparação espiritual?

R: É tomar a decisão de exercer a fé e sempre obedecer, isso gera grande fé e confiança. Essa é a preparação espiritual de que todos precisamos e, nos momentos de crise, é ela que nos qualificará para receber o que o Senhor prometeu.

2. Discutir com o seu instrutor a importância da preparação espiritual para o evangelismo.

R: A preparação espiritual faz parte da caminhada cristã e não é um detalhe. Preparar-se é o que muitos teólogos chamam de processo de santificação; é percorrer o caminho rumo ao encontro pleno e maior com Cristo e não apenas em se preocupar em ter os privilégios ou vantagens de um mundo transformado.


II. Missão Calebe.


1. Qual o objetivo da Missão Calebe?

R: O Projeto Missão Calebe se destina a mobilizar milhares de jovens em toda a América do Sul, desafiando-os a dedicarem parte de suas férias para fazerem evangelismo em lugares onde não há presença adventista. Ele se tornou o maior movimento de jovens dos últimos tempos. Não há dúvidas de que o programa é a estratégia de Deus para integrar a juventude no evangelismo. Portanto, urge que juntos, igreja e líderes, nos concentremos em conduzir os jovens nessa direção para que possam viver e experimentar o verdadeiro compromisso com Deus, com sua igreja e com a comunidade, ou seja, viver a “Salvação e o Serviço”.

2. Citar, pelo menos, 3 projetos executados pelos Calebes.

R: Escola cristã de férias, limpeza e pintura de escolas, visita a asilos e orfanatos.

3. Participar de uma missão Calebe como voluntário.

Item prático.

4. De acordo com sua experiência na missão Calebe, fazer um dos seguintes:

Item prático.

a. Um relatório escrito com, pelo menos, 300 palavras.

b. Uma apresentação de fotos narrando o projeto para a igreja.


III. Convite.


1. Demonstrar e/ou explicar, pelo menos, 3 maneiras de convidar alguém para uma reunião evangelística.

R: Convite verbal, evento comunitário (feira de saúde), cartazes e convites.


IV. Entendendo um orçamento.


1. Desenvolver um orçamento com o pastor ou com o líder de uma equipe evangelística.

Esse é um exemplo, adapte a sua realidade.

or-amento-equipe-evangelistica

2. Saber quanto dinheiro você terá disponível e como ajustar seu planejamento ao seu orçamento.

Item prático.

3. A menos que o local da reunião já disponha destes equipamentos, pesquisar o custo do seguinte:

Item prático.
Não posso colocar o custo, pois o valor daqui é diferente daí.
a. Equipamentos.
b. Materiais impressos.
c. Custos de envio e postagem.
d. Publicidade.
e. Aluguel do prédio.


V. Legislação.


1. Conhecer as Leis que regulamentam a realização de reuniões públicas em sua região.

A Constituição da República Federativa do Brasil, promulgada em 05 de 1.988 prescreve:

“Art. 5°. Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:

XVI – Todos podem reunir-se pacificamente, sem armas, em locais abertos ao público, independentemente de autorização, desde que não frustrem outra reunião anteriormente convocada para o mesmo local, sendo apenas exigido prévio aviso à autoridade competente;”

Referido dispositivo constitucional é indissociável de um Estado de Direito Democrático na medida em que assegura a todos o direito de reunião em locais abertos ao público.

A liberdade de reunião prescrita no art. 5°, inciso XVI da Constituição de República pode ser exercitada desde que: a) seja pacifica, sem a pratica de violência de qualquer espécie e contra quem quer que seja, de sorte que se se transformar em tumulto, colocando em risco bens juridicamente protegidos, a

autoridade pública pode e deve intervir na medida do estritamente necessário ao restabelecimento da ordem pública e proteção de direitos. Se possível identificar e neutralizar os responsáveis pelo tumulto, restabelecendo-se a ordem pública, e garantir que a reunião ou manifestação prossiga regularmente, é o que se impõe; b) mesmo que pacifica, é vedado a quem quer que seja participar da reunião ou manifestação, portanto armas de qualquer espécie, ou objetos que sirvam como tal; c) o local deve ser aberto ao público, como praças e vias públicas, mas não se afigura admissível que um grupo reduzido de manifestantes obste o uso das vias públicas pela população em geral; a ocupação total do espaço de vias públicas, interruptiva do trânsito, por exemplo, só será admissível, em tese, se a quantidade de participantes for tal que sem essa ocupação ver-se-ia frustrado o evento ou minimizada sua importância e significação; d) a reunião ou manifestação não pode frustrar outra anteriormente convocada para o mesmo local; e) deve haver prévio aviso à autoridade ou autoridades competentes, assim consideradas aquelas responsáveis pela ordem pública e preservação dos locais a serem utilizados pelos que querem se reunir e manifestar-se. Previamente avisadas, e com antecedência razoável, as autoridades poderão planejar o acompanhamento da reunião, e a adoção de providências mitigadoras dos seus eventuais impactos negativos em termos, por exemplo, de mobilidade urbana, atuando de forma preventiva e, se absolutamente necessário, até de forma repressiva.


VI. Equipamentos.


1. Relacionar os equipamentos necessários para uma campanha evangelística com uso de multimídia. Detalhar os cuidados necessários que cada equipamento necessita (cuidados com poeira, limpeza, manutenção básica):

a. Projetor de slides.
 Faça a limpeza regularmente; Paciência ao desligar o projetor; Cuidado com pontos e manchas; atenção com o transporte do projetor; manuseie o projetor com cuidado

b. Computador.
Mantenha seu Sistema Operacional sempre atualizado; utilize um antivírus de confiança e mantenha-o em dia; não deixe que seu dispositivo sofra impactos fortes, principalmente enquanto estiver ligado; proteja-o de temperaturas extremas. Caso note que a temperatura dele está fora da faixa recomendada pelo fabricante (geralmente entre 10 e 30 graus), busque ajuda técnica; Pó, temperatura, umidade e vibração são as variáveis mais nocivas para o seu computador; jamais o deixe sob estas condições; faça uma manutenção preventiva anual com um técnico de confiança.

c. Equipamento de som.
Verificar se todos os cabos e conexões estão ligados de forma segura e eficiente para que não haja problemas com a parte elétrica e que nem pequenos curtos aconteçam com o equipamento de som. Após essa verificação, é indicado que seja feita semanalmente a limpeza de todo o equipamento conforme recomendações da equipe técnica que promove a instalação. Esse tipo de manutenção evita que partículas indesejadas se alojem dentro dos equipamentos e danifiquem os mesmos causando prejuízos.

Manter os equipamentos de som em locais livre de calor excessivo, água ou colisões. Capas especiais para proteger os equipamentos de som após o uso garantem que mantenha seus aparelhos sempre protegidos estendendo o tempo de uso e evitando problemas.


VII. Preparando o sermão.


1. Usando um programa próprio para montagem e apresentação de slides.

Item prático.

a. Demonstrar habilidade para editar os slides.

b. Usar o primeiro slide para apresentar o tema.

c. Praticar o sermão, pelo menos, 3 vezes em voz alta com o instrutor.

d. Discutir com seu instrutor sobre a apresentação, pedindo conselhos de como melhorar a apresentação.


VIII. Tomando decisões - apelo no altar.


1. O que é um apelo feito no altar?

R: O apelo costuma ser feito na parte final do sermão. Ele consiste em um convite para que cada ouvinte viva de acordo com a mensagem que acabou de ser apresentada. É uma oportunidade ao ouvinte de exteriorizar sua decisão. Ao atender o convite apresentado pelo pregador, ele ficará de pé ou irá à frente, de modo que todos os presentes testemunhem sua decisão.

2. Quais os principais ingredientes para fazer um apelo do altar?

R: Brevidade, clareza, Honestidade, espontaneidade, comunicação não verbal adequada.


IX. Prática.


1. Apresentar um sermão de, pelo menos, 5 minutos que você tenha montado.

Item prático.

X. Acompanhando uma campanha evangelística.


1. O que significa o termo Discípulo?

R: A palavra discípulo se refere a um estudante ou aprendiz, o discípulo é um seguidor. Tornar-se um discípulo de Jesus consiste em obedecer ao seu chamado para segui-lo.

2. Qual o método de Cristo para discipular?

R: Antes de escolher os seus discípulos Ele orou a noite toda. (Lucas 6.12-13), e uma grande parte do seu tempo foi ocupada investindo na vida desses discípulos. Como Ele viajava horas e horas a pé, é bem provável que enquanto caminhava com os discípulos naquelas estradas construídas pelo Império Romano, Ele aproveitava bem o tempo discipulado.

Quem já caminhou por muitas horas sabe que é difícil andar e falar com muitas pessoas ao mesmo tempo. Assim mesmo, Jesus não desperdiçou nenhuma oportunidade de treinar, instruir e formar o caráter daqueles que o Pai confiou em Suas mãos. Usando parábolas e exemplos da geografia, da agricultura e da pecuária da época, Ele treinou os Seus com simplicidade e profundidade.

3. Relacionar, pelo menos, 5 coisas que a igreja pode fazer para discipular um novo crente

R: Agende regularmente cafés-da-manhã, almoços, ou algum outro compromisso social culturalmente aceitável com indivíduos ensináveis (do mesmo sexo); pergunte-lhes sobre suas vidas; compartilhe sobre sua própria vida; procure maneiras de ter conversas espirituais; convide a pessoa para visitar sua casa ou passar tempo com sua família.


Especialidade enviada pelo João Vieira, obrigada! 
Se você também quiser enviar alguma, o e-mail é araujogabrielle@hotmail.com 

--  --

Gostou da especialidade, te ajudou ou tem alguma dúvida? Deixe nos comentários.

Nenhum comentário:

Deixe um comentário. ♡