Especialidade de Patrimônio Histórico Respondida

| |

21 de novembro de 2018

Especialidade de Patrimônio Histórico Respondida


Especialidade de Patrimônio Histórico, se você não tem, vem conferir e não esquece de compartilhar com seus amigos, a divulgação de vocês é muito importante, e se quiser me agradecer, divulgar o blog é a melhor forma, então me ajuda a alcançar mais pessoas.

Especialidade de Patrimônio Histórico

1. Defina o conceito de patrimônio histórico.

R: Pode ser definido como um bem material, natural ou imóvel que possui significado e importância artística, cultural, religiosa, documental ou estética para a sociedade.

2. Cite a diferença entre história e memória.

R: História é o registro concreto, oral, escrito, ou arqueológico, da vida e da cultura de uma determinada pessoa, cultura ou civilização. Memória é o fragmento abstrato, imaterial, da vida e da cultura de uma determinada pessoa, cultura ou civilização.

3. Qual a importância do patrimônio histórico para:

A identidade dos povos.

No instante em que o homem percebe que o seu passado não é resíduo ou histórias contadas através de monumentos materiais que se relacionam com o tempo ou os fatos ali ocorridos, ele assume um novo estado de descobertas associando o conceito de bens materiais a patrimônio abrangendo as relações estabelecidas entres os recursos da humanidade e os recursos naturais. Sendo assim, as manifestações culturais de um povo passam a ter elementos do passado que vinculados a técnicas do presente possibilitam conjeturar a história.

A preservação da memória.

Outro conceito que se relaciona intimamente com a preservação do patrimônio cultural é o conceito de memória. Segundo Dick (2007), a memória não está localizada apenas no cérebro nem tampouco nos objetos que invocam estas lembranças, objetos que funcionam como “mediadores da memória”. Esta “memória mediada” se manifesta na complexa relação entre o cérebro, os objetos materiais e o contexto cultural no qual eles são produzidos. Esta abordagem reforça a importância da contribuição de outras disciplinas para o campo da preservação do patrimônio, seja para investigar o contexto social em que os objetos foram produzidos seja para a construção de narrativas históricas em torno dele.

Para a constituição humana. 

Um ser humano é formado por diversos aspectos, desde intelectual ao físico. Uma pergunta feita com mais frequência que o imaginado é: “De onde eu vim? ”.O patrimônio histórico nos ajuda a responder essa pergunta mostrando ao povo sua história através de monumentos físicos.

3. Explique como se forma um patrimônio histórico e quais são os benefícios de sua criação.

R: Para se tornar um patrimônio histórico é preciso que aquele bem seja tombado. Isso significa que o poder público deve manifestar-se a favor de tornar aquele bem um patrimônio e para isso deve emitir um ato administrativo, seguindo as regras específicas para esse objetivo. Esse ato administrativo é realizado pelo Poder Público, nos níveis federal, estadual ou municipal. Quando um imóvel é tombado por algum órgão do patrimônio histórico, ele não pode ser demolido, nem mesmo reformado. Pode apenas passar por processo de restauração, seguindo normas específicas, para preservar as características originais da época em que foi construído.

Conservação da arqueologia primitiva do local, conservação da história do povo, ajuda na preservação de memórias, etc.

4. Como a história pode influenciar as decisões de uma sociedade?

R: Edmund Burke disse uma vez: O povo que não conhece sua história está condenado a repeti-la. Saber de onde viemos nos ajuda a definir para onde ir e a não cometer os mesmos erros de nossos antepassados.

5. Defina as categorias abaixo: 

Patrimônio histórico material.

É formado por um conjunto de bens culturais classificados segundo sua natureza: arqueológico, paisagístico e etnográfico; histórico; belas artes; e das artes aplicadas. Eles estão divididos em bens imóveis – núcleos urbanos, sítios arqueológicos e paisagísticos e bens individuais – e móveis – coleções arqueológicas, acervos museológicos, documentais, bibliográficos, arquivísticos, videográficos, fotográficos e cinematográficos.

Patrimônio histórico imaterial.

Estão relacionados aos saberes, às habilidades, às crenças, às práticas, ao modo de ser das pessoas. Desta forma podem ser considerados bens imateriais: conhecimentos enraizados no cotidiano das comunidades; manifestações literárias, musicais, plásticas, cênicas e lúdicas; rituais e festas que marcam a vivência coletiva da religiosidade, do entretenimento e de outras práticas da vida social; além de mercados, feiras, santuários, praças e demais espaços onde se concentram e se reproduzem práticas culturais. 

6. Qual o papel humano como agente ativo na construção da história? 

R: Segundo Holien Gonçalves Bezerra, a história só pode ser concebida como resultado de sujeitos históricos, percebida através da trama traçada pelas relações sociais no tempo, envolvendo as ações dos indivíduos, a construção de identidades pessoais e coletivas, além de estruturas. O sujeito histórico não estaria presente nas ações individuais, mas, ao contrário, estaria configurado a partir das inter-relações complexas, duradouras e contraditórias entre as identidades sociais e as pessoais. Em outras palavras, todos nós seriamos construtores da história, simultaneamente, sujeitos da e na história, embora nossas ações só possam ser consideradas relevantes à medida que integradas a uma conjuntura mais ampla. Assim, a história não seria apenas resultado da ação de figuras de destaque, consagradas pelos interesses explicativos de grupos ou ideologias.

7. Investigue 3 elementos de uma cultura imaterial em sua cidade ou região. 

R: A festa do Círio de Nossa Senhora de Nazaré, a Feira de Caruaru, o Frevo, a capoeira, o modo artesanal de fazer Queijo de Minas e as matrizes do Samba no Rio de Janeiro. 

8. Entreviste uma pessoa com mais idade sobre suas memórias em relação à sua cidade. 

Item prático.
Converse com seus avós ou com seus pais a respeito. 

9. Faça um levantamento dos monumentos que existem na região que você mora. Descubra a razão de eles estarem lá e qual a história que os monumentos pretendem preservar. 

Item prático. 

10. Monte uma coleção de 10 elementos que tenham valor necessário para se tornarem eternos para você.


Item prático.
Exemplo de 10 elementos que tem valor pra mim. Minha primeira bíblia, meu primeiro lenço, meu primeiro uniforme, a carta do Google , minha câmera, o urso que meu avô me deu, o vestido do meu batismo, meu caderno com todos os cultos jovens que eu fiz quando era diretora, meu primeiro objeto comprado por meio do meu trabalho e a foto que eu tirei e descobri minha paixão pela fotografia.



 Especialidade enviada pela Thayres Ferreira, obrigada! 
Se você também quiser enviar alguma especialidade, o e-mail é araujogabrielle@hotmail.com



-- ♥ --

Gostou da especialidade, te ajudou ou tem alguma dúvida? Deixe nos comentários.

Nenhum comentário:

Deixe um comentário. ♡