Especialidade de Colecionador Respondida

| |

7 de setembro de 2018

Especialidade de Colecionador Respondida

Especialidade de Colecionador, se você não tem, vem conferir e não esquece de compartilhar com seus amigos!


Especialidade de Colecionador


1. Explique o que faz um colecionador e por que essa atividade é cada dia mais recomendada para as pessoas que vivem nas grandes cidades.

Colecionador é o indivíduo ou instituição que faz coleção dos mais variados objetos, tais como selos e moedas.

Exemplos: A biblioteca é uma colecionadora de livros, um museu coleciona diversos objetos.

Nos dias de hoje, dependendo do objeto colecionado pode incluir o indivíduo em um determinado grupo social. No caso dos quadrinhos, colecionar esse tipo de produto, identifica-o imediatamente como um nerd. Um dos principais elementos que fazem de uma pessoa comum, de um indivíduo, um colecionador é a capacidade de criar narrativas acerca dos vários objetos que possui
em sua coleção. 

Esta pratica é cada dia mais recomendada para que as pessoas tenham uma satisfação pessoal em construir suas coleções, talvez seja como um ato justificatório culturalmente, ou seja, tudo nos indica que essa prática de consumo – colecionar – está diretamente ligada às narrativas criadas sobre os produtos materiais e símbolos dessas coleções.

O colecionismo, além da ideia básica de entretenimento, é uma arte e uma ciência e desenvolve o aprendizado, sendo uma atividade cultural por excelência.

2. Visitar uma exposição de artes ou feira de artesanato e listar os diversos objetos colecionáveis encontrados ali.

Em São Paulo há uma feira de artesanato muito famosa que é na praça da Republica, e nessa feira há diversos itens para se colecionar, como selos, moedas, pedras, quadros, bolsas. Procure encontrar uma feira legal próximo da sua casa.

3. Liste, ao menos, 10 itens que as pessoas colecionam na atualidade.

Coleções seculares.

1. Selos.
2. Figurinhas.
3. Cartões telefônicos.
4. Carrinhos.
5. Xícaras.

 Coleções de Desbravadores.

6. Trunfos.
7. Canudos e arganéis.
8. Emblemas de campo.
9. Pins.
10.Lenços.

4. Em conjunto com seu instrutor, completar um dos seguintes:

Item prático.

a) Iniciar uma coleção interessante para seu Clube. Ajudar na escolha do tipo de coleção, elaborar um expositor criativo, escrever um parágrafo sobre o porquê de ter sido escolhida, fazer uma lista com o que deve constar na descrição dos itens e contribuir com, no mínimo, 5 itens diferentes.

b) Em uma coleção do Clube já existente, ajudar na conservação e organização e contribuir com o acréscimo de, pelo menos, 5 itens. Escrever um parágrafo sobre aquela coleção específica, avaliando o estado atual da coleção e sugerindo como ela poderia ser melhorada.

5. Em seu Clube ou em alguma instituição especializada, assistir uma palestra ministrada por um colecionador experiente, sobre as peculiaridades da atividade. Ao final, escrever um relatório de, no mínimo, 500 palavras sobre como cuidar de coleções, como conseguir novos itens e demais coisas interessantes aprendidas.

Item prático.

6. O que faz com que um item de uma coleção (ou toda uma coleção) adquira um grande valor monetário? Esse valor sempre é o mais importante para o colecionador?

Os itens mais procurados são os que têm mais significância histórica e, consequentemente, mais valor de mercado. Quanto mais antigo mais valiosos se torna um item de coleção. Um exemplo são dólares com denominação duplicada, em que a frente mostra um valor, e o verso outro. 

Segundo Fred Weinberg, comerciante de notas raras, um espécime dessas notas pode valer de US$ 20 mil a US$ 35 mil, dependendo da série e do estado de conservação. Colecionadores, apesar de movidos por paixão, também querem se assegurar de que compraram itens que poderão lhe dar lucros. 

Segundo especialistas, nos últimos 25 anos o retorno médio do investimento em notas raras foi de mil por cento. Mas colecionar não é uma atividade elitista: pode se fazer uma coleção do tamanho do bolso de cada colecionador. Deve-se iniciar uma coleção de forma bem simples, sem preocupação financeira. A coleção vai crescer, tomar forma e rumo e, caso o colecionador queira, poderá aumentá-la na medida de suas possibilidades.

Duas coleções, uma simples e modesta e outra, premiada e de alto valor financeiro, possuem características em comum: o valor para seu proprietário, o mesmo objetivo, a mesma paixão, a mesma importância, o seu aspecto cultural e, principalmente, a gratificação que proporcionam aos seus organizadores, rigorosamente a mesma para os dois colecionadores. Isto, mais do que um aspecto em comum, é uma qualidade, que, democraticamente, une e nivela os colecionadores.

7. Iniciar 3 diferentes coleções (uma delas, de preferência, deve ser semelhante à da palestra do requisito 5) com o mínimo de 15 itens em cada uma. Demonstrar habilidade em classificar, catalogar e identificar os itens, especificando (caso seja aplicável): data, hora, local de origem, valor estimado, local onde encontrou e 05 demais detalhes específicos inerentes às coleções escolhidas.

Item prático.

8. Participar de uma exposição de coleções em seu Clube, escola ou Igreja,
apresentando, ao menos, 2 coleções pessoais, dispondo os objetos
devidamente e bem identificados e prestando os devidos esclarecimentos
aos visitantes.

Item prático.


Especialidade feita pela Sheila, obrigada pela contribuição! Se você também quer contribuir com o blog, mande relatórios para o e-mail araujogabrielle@hotmail.com
Sites usados para fazer a especialidade.

-- --

Gostou da especialidade, te ajudou ou tem alguma dúvida? Deixe nos comentários.

Nenhum comentário:

Deixe um comentário. ♡