Curti e Bloguei: Especialidade de Tecelagem Respondida

Especialidade de Tecelagem Respondida

| |

17 de maio de 2018

Especialidade de Tecelagem Respondida


Especialidade de Tecelagem, essa não é simples, mas quero ver todo mundo pegando. Vem conferir e não esquece de compartilhar com seus amigos!

SEPARADOR-CURTI-E-BLOGUEI.png

Especialidade de Tecelagem


1. Definir o que é tecelagem. Qual a origem dessa antiga forma de artesanato?

R1: Tecelagem é o ato de tecer, através do entrelaçamento de fios de trama (transversais) com fios de teia (português europeu) ou urdume (português brasileiro) (longitudinais), formando tecidos.

R2: A tecelagem é conhecida por ser uma das formas mais antigas de artesanato ainda presente nos dias de hoje. Existem indícios que a tecelagem já era conhecida no Paleolítico.

Há cerca 12 000 anos, na Era Neolítica, os homens já utilizavam o princípio da tecelagem, entrelaçando pequenos galhos e ramos para construir barreiras, escudos ou cestas. Teias de aranha e ninhos de pássaros podem ter sido as fontes de inspiração tal trabalho. Uma vez que essa técnica já era conhecida, é muito provável que o homem primitivo tenha começado a usar novos materiais para produzir os primeiros tecidos rústicos, e, mais tarde, vestuário.

A produção de tecidos no Neolítico foi demonstrada pela descoberta em 2013 de um tecido de linho no túmulo F 7121 em Çatalhüyük.[1] que foi datado como sendo de 7000 AC[2] com outras descobertas feitas nas palafitas neolíticas do Lago de Zurique

Tecelãs no Egipto Antigo
Um fragmento sobrevivente do Neolítico foi encontrado em Fayum num local datado do ano 5000 AC[3]. Este fragmento possui cerca de 12 x 9 fios por cm num ponto tafetá. Nesta altura (3600 AC), no Antigo Egipto, o linho era a fibra dominante.


2. Descrever e exemplificar os processos de preparação básicos para a tecelagem.

R: A preparação para a tecelagem é constituída por três operações distintas, Urdisagem, Encolagem e montagem do órgão no tear,

Na Urdissagem as bobinas de fio são colocadas num suporte especial e guiados até à Esquinadeira, onde se apresentam perfeitamente individualizados e paralelos uns com os outros. Os fios, com exatamente o mesmo comprimento são então enrolados num eixo – Órgão do tear.

A Encolagem, é uma operação que visa conceder aos fios de teia, a resistência necessária para aguentar as tensões que o tear provoca nos fios durante a abertura da cala, evitando quebras de fios e as consequentes paragens de produção. Na Encolagem a teia é desenrolada, e mergulhada numa solução coloidal adesiva (vulgarmente é usada uma Solução de Amido de milho). Após o mergulho, os fios são secos e enrolados novamente no órgão do tear. Esta operação pode ser dispensada no caso de fios retorcidos, por estes apresentarem uma maior resistência

A montagem no tear consiste na montagem do órgão na traseira do tear e na passagem um-a-um dos fios no sistema de detecção de quebras e no liço correspondente. Esta última operação chama-se Remeter ou Empeirar e a ordem pela qual os fios são colocados nos liços chama-se Remissa (português europeu) ou Remeteção (português brasileiro). No caso de no tear já estiver montada uma teia para fabricar o mesmo padrão de tecido, não se realiza a remissa, mas cada fio da nova teia é atado ao fio correspondente na teia antiga. Esta operação é hoje em dia realizada automaticamente.

3. Citar, pelo menos, 3 matérias-primas que são muito usadas para a tecelagem.

R: Pele, lã, cochonilha.
4. Definir os seguintes termos:

a. Teia ou Urdume.
R: São os fios que são esticados longitudinalmente em um tear na tecelagem.

b. Trama.
R: O termo trama na área de tecelagem refere-se ao espaçamento entre os fios que constituem o tecido: uma trama menor significa fios menos espaçados entre si; uma trama maior significa fios mais espaçados entre si.

c. Lançadeira de tear.
R: Lançadeira é uma ferramenta que permite transportar o fio de trama de um lado para o outro do tear através da cala por entre os fios da teia, permitindo assim a construção do tecido. As Lançadeiras mais simples são feitas com uma peça de madeira plana onde o fio de trama se prende.

d. Cilindro do tear.
R: Em alguns teares, um cilindro inferior substituía os pesos, e, em outros, este cilindro podia ser girado para servir como tambor para o tecido já feito. Um tear horizontal comum consistia em dois cilindros paralelos, mantidos a certa distância por quatro cavilhas fincadas no solo, em suas pontas. Os fios da urdidura eram esticados entre estes cilindros.

e. Tear de pente liço. (Fios que guiam o Urdume)
R: Este tear apresenta dois rolos, um frontal (chamado rolo de tecido, onde o trabalho pronto vai sendo enrolado) e um do lado oposto (rolo urdidor, de onde saem os fios da urdidura).

Tais rolos tem a função de manter a tensão dos fios sempre constante, além de movimentar a trama à medida que vai sendo construída.

f. Cilindro para Tecido.
R: Processo em que os tecidos podem ser presos pelas laterais por mordetes ou passados por cilindros aquecidos, o objetivo é estabilidade dimensional dos tecidos que vieram do processo de tecelagem ou cardagem no caso de feltros agulhados.

5. Por quais outros nomes o Urdume pode ser chamado?

R: Urdume, urdimento, cadeia elevatória, o antigo nome caído em desuso estaleiro

6. O que é urdidura direta? Que processos e equipamentos são necessários para a sua realização?

R1: Urdidura direta é um sistema de urdimento do tear de pedal, que reduz bastante o tempo gasto para tal.

R2: São necessários dois equipamentos auxiliares: a gaiola de fios e a caixa de tensão. O rolo urdidor utilizado neste sistema, esta dividido em várias secções através de separadores de metal. Normalmente cada seção tem 5 cm de largura e, se estivermos usando um pente 4:1 no tear ( 4 fios por cm de largura ), cada secção deverá então ser preenchida com 20 fios da urdidura,distribuindo-se a urdidura, desta maneira, uniformemente ao longo do rolo urdidor.

7. Desenhar, pelo menos, 3 estruturas diferentes de tecidos, demonstrando como acontece o entrelaçamento do urdume com a trama.

Item prático.
Veja aqui alguns exemplos.

8. Fazer um tear à mão em um papelão e em seguida desenvolver uma bolsa simples.

Item prático.
Leia aqui para aprender a fazer.

9. Desenhar e tecer uma toalha de mesa, utilizando, pelo menos, 3 cores diferentes.

Item prático.

10. Cumprir um dos seguintes:

a. Identificar cada uma das partes de um tear e explicar a função de cada
uma delas.

9ad45f410186cdd844125ffab67e139f.jpg

Leia aqui para saber a função de cada parte.

b. Fazer um simples tear de madeira, no qual possa tecer uma camisa básica.

Leia aqui para aprender a fazer um tear de madeira.

11. Fazer um pegador de panela com alça.

Item prático.

Sites que usei para fazer a especialidade.
pt.wikipedia.org | www.eumed.net | pt.wikipedia.org | pt.wikipedia.org | pt.wikipedia.org | www.fazfacil.com.br | www.tecelagemanual.com.br

-- --

Gostou da especialidade, te ajudou ou tem alguma dúvida? Deixe nos comentários.

Nenhum comentário:

Deixe um comentário. ♡