Especialidade de Plantas Silvestres Comestíveis Respondida

| |

28 de maio de 2018

Especialidade de Plantas Silvestres Comestíveis Respondida


Especialidade de Plantas Silvestres Comestíveis, se você não tem, vem conferir e não esquece de compartilhar com seus amigos!
SEPARADOR-CURTI-E-BLOGUEI.png

Especialidade de Plantas Silvestres Comestíveis

NOTA: Esta especialidade deve ser acompanhada por um instrutor que tenha conhecimentos profundos sobre a flora da região.

1. Fotografar ou desenhar, no mínimo, 15 plantas silvestres comestíveis. Identificar cada planta na natureza. Informar o hábito (erva, trepadeira, arbusto ou árvore) e as partes comestíveis de cada uma das plantas.

Plantas-Comestiveis-1.png

Plantas-Comestiveis-2.png
Plantas-Comestiveis-3.png
Plantas-Comestiveis-4.png

Plantas-Comestiveis-5.png
Plantas-Comestiveis-6.png
Plantas-Comestiveis-7.png
2. Identificar, preparar e comer 5 tipos de frutas silvestres, 3 tipos de bebidas, 3 plantas de saladas, 3 ervas e 2 raízes ou tubérculos.

 NOTA – Existem mais de 30.000 espécies de plantas silvestres comestíveis. 

R: Algumas frutas silvestres que podem ser encontradas com facilidade são: amora, banana-da-terra, mamão e manga. Todas as frutas encontradas são, em geral, boas para a alimentação. As bebidas podem ser: água-de-coco, suco de alguma fruta e garapa da cana-de-açúcar. Para a salada podemos preparar alface, couve ou folhas não amargas. Das hortaliças, podemos fazer sopas com vagens, cenouras e feijões. As raízes ou tubérculos comestíveis, se destacam a mandioca e o inhame.

3. Demonstrar a preparação de alimentos silvestres em cada uma das maneiras a seguir:

a. Ferver – frutas (estas também podem ser comidas cruas, em sua maioria).
b. Tostar – alimentos já fervidos ou cozidos podem ser tostados para diversificar o sabor.
c. Fritar – tubérculos, como a mandioca e o inhame.
d. Assar – grãos e sementes em geral.

4. Demonstrar como preparar uma porção ou mais de uma planta silvestre comestível que só é encontrada em sua região.

Item prático.

5. Explicar a importância de não comer cogumelos silvestres.

R: Como a aparência dos cogumelos comestíveis e dos não comestíveis é muito semelhante, é difícil e arriscado tentar identificar os comestíveis apenas pelo aspecto. Alguns cogumelos silvestres contêm uma série de químicos venenosos e o seu consumo inadvertido provoca intoxicações, que podem ser fatais nos casos mais graves. O público é aconselhado a NUNCA colher cogumelos silvestres para consumo, para evitar intoxicações.

6. Qual raiz de planta pode ser seca e moída para se fazer farinha?

R: Mandioca.

7. Conhecer, pelo menos, 5 famílias que têm plantas venenosas ou duvidosas.

R:  Não-me-toque, Copo de Leite, Comigo-ninguém-pode, Pau-Pelado, Dama-da-Noite, Crista-de-Galo.

8. Qual é a principal regra para determinar se uma planta é comestível?

R: Se a planta tiver uma das seguintes características não é comestível: Cabeluda, Amarga ou Leitosa. Se a planta for amarga e estiver com dúvidas, cozinhe bem e depois prove um pequeno pedaço.

9. Elaborar um manual com fotos das plantas utilizadas para o cumprimento dos requisitos anteriores, acrescentando as seguintes informações para cada uma delas:

Item prático.

a) Nome pela qual é conhecida na região e, se possível, o nome científico.
b) Identificação da planta (árvore , arbusto, etc.)
c) Partes comestíveis.
d) Onde é encontrada. (habitat)
e) Tipo de toxinas.
f) Valores medicinais.
g) Outras utilidades, fora a alimentação.
h) Receitas que possam ser feitas com essa planta.

-- --

Gostou da especialidade, te ajudou ou tem dúvida? Deixe nos comentários.

Nenhum comentário:

Deixe um comentário. ♡