Curti e Bloguei: Especialidade de Moluscos Respondida

Especialidade de Moluscos Respondida

| |

14 de março de 2018

Especialidade de Moluscos Respondida


Especialidade de Moluscos RESPONDIDA, se você ainda não é investido nessa especialidade, essa é sua chance, VEM CONFERIR!

SEPARADOR-CURTI-E-BLOGUEI.png

1. O que significa o termo “molusco”?

R: Do latim molluscus (“mole”), um molusco é um metazoário com tegumentos moles, podendo apresentar-se nu ou recoberto por uma concha. Apresenta uma simetria bilateral e, em idade adulta, um corpo não segmentado.

2. Em relação aos moluscos das classes dos gastrópodes, cefalópodes e bivalves responder:

a) Suas principais características.

b) Pelo menos um representante de cada classe.

Gastropoda: Os gastrópodes constituem a classe mais biodiversificada e numerosa dos moluscos. Fazem parte desse grupo as lesmas, caramujos e caracóis. A maioria das espécies é aquática, vivendo tanto em ambiente marinho quanto dulcícola, porém há vários representantes terrestres. A maioria das espécies desse grupo possui uma concha formada por uma única valva. Nestes moluscos é possível distinguir bem as diferentes partes de seus corpos: cabeça, pé e massa visceral. Na cabeça, podem ter um ou dois pares de tentáculos que possuem capacidade tátil. A boca possui rádula para raspar superfícies em busca de comida. Os gastrópodes possuem variados tipos de alimentação, podendo ser herbívoros, detritívoros ou ainda carnívoros predadores. Os gastrópodes aquáticos realizam sua respiração através de brânquias. Já as espécies terrestres podem ter pulmões simples, formados por cavidades vascularizadas (caramujos e caracóis), outros, como algumas lesmas, respiram através da superfície corpórea. Algumas espécies de gastrópodes são apreciadas como alimento, como a Helix pomatia – o escargot. Outras espécies podem servir de hospedeiros intermediários de parasitas humanos, como os caramujos do gênero Biomphalaria.

Cephalopoda: Os cefalópodes são moluscos marinhos com cabeça bem desenvolvida e pés modificados em tentáculos que partem da cabeça (daí seu nome). Possuem dois olhos muito desenvolvidos (algumas espécies com olhos semelhantes aos dos humanos), uma boca arredondada com bico córneo e rádula. A boca é rodeada pelos tentáculos. Os tentáculos possuem milhares de células quimiorreceptoras que permitem a percepção de presas no ambiente. Algumas espécies, como a lula-gigante pode ter milhares de pequenos ganchos nos tentáculos que as ajudam a capturar presas. Além disso, os pés deram origem a uma outra estrutura: um funil, por onde o animal pode lançar jatos de água que ajudam na locomoção do animal. Através desse funil, os cefalópodes podem também eliminar uma tinta escura, para confundir possíveis predadores. Algumas espécies possuem células especializadas na pele chamadas de cromatóforos que mudam de cor para efeito de comunicação ou camuflagem. São animais dioicos, realizam reprodução sexuada com fecundação interna, tendo desenvolvimento direto. Os polvos e lulas normalmente reproduzem-se apenas uma vez na vida. Logo após que se reproduzem, os animais passam a viver exclusivamente para o cuidado com os ovos. Depois que os filhotes nascem, a fêmea morre. Dentro do grupo dos cefalópodes há representantes sem concha (polvo), com uma concha interna (como as lulas) e com concha externa (como os náutilos).

Bivalvia: Os bivalves são animais aquáticos que vivem em água doce ou salgada. Seu corpo é composto basicamente por pé e massa visceral. Podem viver enterrados no solo ou aderidos a costões rochosos e outras superfície. Possuem uma concha formada por duas valvas (daí seu nome – bivalve). São também chamados de pelecípodes, que significa “pé volumoso e achatado”. Algumas espécies podem utilizar o pé para se deslocarem ou se enterrarem no solo lodoso. A maioria dos animais desse grupo possui brânquias ciliadas que produzem uma circulação de água entre a concha e o manto. Esse fluxo de água, além de trazer água com mais oxigênio, permite que o animal filtre pequenas partículas que servirão de alimento. Essas partículas são encaminhadas para a boca, que é anterior ao animal e não possui rádula. Algumas espécies podem produzir pérolas de valor comercial. As pérolas são espécies de cistos de defesa produzidos pelos bivalves quando algum corpo estranho penetra entre o manto e a concha do animal. Como mecanismo de defesa, o manto secreta sucessivas camadas de material da concha, isolando o intruso. Em algumas espécies, esse material é um nácar brilhante, formando as pérolas de valor comercial. 3. Quais são os únicos moluscos terrestres? A qual classe eles pertencem?

R: Caramujo, o caracol e a lesma. Pertencem a classe Gastropoda.

4. Citar 3 características dos moluscos.

R: Corpo mole, a respiração pode ser cutânea, branquial ou pulmonar, sistema digestivo completo.

5. Identificar e compreender as seguintes estruturas:

a) Em bivalves.
• Concha
• Cicatriz do músculo

• Umbo

bivalves.png

b) Em gastrópodes.
• Concha
• Columela
• Ápice
• Pé
• Tentáculos
• Olhos



gastropodes.png

6. Todas as conchas podem ser encontradas nas praias? Onde podem ser encontradas? Que áreas do mundo fornecem maior variedade de conchas?

R: Não, há alguns moluscos que vivem na terra. O caracol é um exemplo de um molusco que tem uma concha nas costas e vivem em jardins. Mas a maior variedade de conchas pode ser encontrada em áreas litorâneas de clima tropical, trazendo várias espécies que vem do mar arrastadas pela força da maré.

7. Descrever 3 maneiras diferentes utilizadas pelos moluscos para sua locomoção.

R: Pela propulsão do jato de água, correntes de águas, rastejando, deslizando.

8. Como os moluscos se protegem?

R: A maioria deles possui uma concha que protege o corpo.

9. De que formas as conchas são produzidas pela maioria dos moluscos? Do que são feitas?

R: A maioria deles é dotada de uma concha de origem calcária formada a partir de uma espécie de pele que reveste o corpo desses animais, chamada manto ou pálio. Ela aparece imediatamente após o nascimento da fase larval. A larva, frequentemente menor que 1 milímetro de diâmetro, forma uma concha protetora chamada protoconcha
10. Citar 5 utilidades das conchas e dos moluscos para o homem.

R: Fabricar botões, broches, brincos e artesanatos de madrepé, alimento, coleção.

11. Fazer uma coleção de 20 conchas diferentes. Estas devem ser identificadas com data de coleta ou aquisição e local de origem.

Item prático.

12. De onde vêm as pérolas? Que incrível lição a pérola nos ensina? (Leia Parábolas de Jesus, págs. 115-118).

R: As pérolas são feitas de cristais de carbonato de cálcio unidas por matéria orgânica no interior das conchas perlíferas. As conchas perlíferas nos ensinam lições na edificação do caráter. Parábolas de Jesus, pág. 115 a 118.
13. Quais dos textos bíblicos abaixo nos falam que:

a. As criaturas aquáticas foram criadas no quinto dia.
R: Gênesis 1:21

b. A quantidade de criaturas aquáticas é inumerável.

R: Salmos 104:25

c. As criaturas das águas perecem fora da água.

R: Isaías 50:2

d. Jó considerava os corais de grande valor.

R: Jó 28:18

e. Salomão tinha conhecimentos sobre a vida marinha.

R: I Reis 4:33

f. Jesus usou um produto de conchas 2 vezes para ensinar uma lição espiritual.

R: Mateus 7:6 e 13:45

g. Uma mulher de negócios vendia as famosas tintas de cor púrpura, retiradas de múrice de conchas do Mar Mediterrâneo.

R: Atos 16:14
h. Paulo condenava o uso de pérolas.

R: I Timóteo 2:9

i. Moluscos não são apropriados para comer.
R: Levíticos 11:9-12

j. As 12 portas da Cidade Santa são 12 pérolas.
R: Apocalipse 21:21

Sites que tirei as respostas.
conceito.de
blogdoenem.com.br
amantesdac.blogspot.com.br

2 comentários:

  1. Oi meu nome:è EVILYN muito obrigado vc me ajudou muito nas minhas especialidades 😍😙😘

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi princesa, por nada, é um prazer ajudar, bjs! ♥

      Excluir